A filha de 13 anos do cabo da PM Ivan Augusto tentou evitar que a mãe, Expedita da Silva, 37, fosse baleada pelo pai, na tarde da última sexta-feira, 19, dentro de casa, no bairro do São Jorge. A informação é do delegado Robervaldo Davino, do 6º Distrito Policial, que está com a investigação. Ele descobriu que a filha do casal segurou o braço do pai na tentativa de evitar os tiros, mas sem sucesso. Expedita foi baleada sete vezes e, ontem, morreu no Hospital Geral do Estado. O caso passa agora para a Delegacia de Homicídios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here