Justiça

Mais de 10 crimes contra a mulher serão julgados no mês do júri em AL

No estado, somente de janeiro a setembro de 2019 já são 35 mulheres mortas por feminicídio, segundo último levantamento da Secretaria de Segurança Pública

06/11/2019 07h30
Por: Rafael Sobral
Fonte: OP9
Ilustração Google
Ilustração Google

Ciúmes, cobrança de pensão alimentícia, insatisfação com términos de relacionamentos. Os motivos são muitos e injustificados para os crimes contra a mulher. Serão mais de 10 homicídios e tentativas contra a mulher ocorridos em Alagoas que serão julgados em novembro. O mês do júri. Muitos dos atos de violência praticados há quase 10 anos.

Os meios para tirar a vida das companheiras são muitos. Constam nas denúncias do Ministério Público Estadual que os julgados agora em novembro ou esfaquearam as companheiras, ou as espancaram, ou atearam fogo contra elas, ou ainda efetuaram disparos de arma de fogo contra as vítimas com quem conviviam sob o mesmo teto.

Apesar dos casos julgados serem denunciados por motivações passionais, os crimes são tratados como homicídios e tentativas de homicídios. Em Alagoas, somente de janeiro a setembro de 2019 (último levantamento da Secretaria de Segurança Pública) já são 35 mulheres mortas por feminicídio. O número já é maior do que o registrado durante todo o ano de 2018: 20 casos.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários