Sexta, 10 de Julho de 2020 23:22
19 9 8882-5790
Coronavirus Decreto Emergencial

Governo permite reabertura gradativa do comércio em Maceió

As medidas de isolamento social continuam mantidas no interior por mais 15 dias

30/06/2020 20h38 Atualizada há 1 semana
Por: Victor Santana
Foto: Bruno Reis
Foto: Bruno Reis

O novo decreto de emergência que traz medidas de isolamento social em Alagoas dar início a reabertura econômica em Maceió a partir da próxima sexta-feira (3).

O anúncio foi feito pelo governador Renan Filho, por meio de uma live, anunciando que a capital alagoana avança para a fase Laranja do distanciamento social controlado, tendo em diferença, o interior que continua na fase vermelha.

"Vamos precisar de mais uns dias para oferecer no interior o mesmo tratamento que Maceió", disse o governador.

O novo decreto permite a reabertura de lojas do comércio de rua, com até 400 metros quadrados, salões de beleza, barbearias e templos religiosos, com 30% da capacidade total, mas mantém as lojas de shoppings centers e galerias fechadas. 

Os estabelecimentos que foram autorizados a abrir, terão que seguir todo o protocolo de higiene, tendo o uso obrigatório de máscara para funcionários e clientes e a disponibilidade de álcool em gel nas portas.

Quanto a possibilidade de suspensão da reabertura, Renan Filho falou que segue "observando os casos e óbitos a cada momento" e reforçou que a população deve manter o distanciamento social, o uso de máscaras e a higienização das mãos. Além disso, o transporte intermunicipal segue paralisado.

A previsão é de que mais setores sejam autorizados a retomar o funcionamento normal a partir do dia 15 de julho, quando Alagoas deve entrar na fase amarela. O início da nova etapa vai depender do cenário da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) em Alagoas.

Ressaltando que no interior, o decreto foi prorrogado por mais 15 dias.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.