Domingo, 29 de Novembro de 2020 11:04
19 9 8882-5790
Saúde Humanização

Hospital Metropolitano de Maceió inaugura o Espaço Acolher

Serviço funciona em uma sala isolada e o paciente vê o familiar através de uma janela

23/07/2020 13h02
Por: Rafael Sobral Fonte: Agência Alagoas
Divulgação
Divulgação

Visando o tratamento humanizado, o Hospital Metropolitano de Maceió inovou mais uma vez e criou o Espaço Acolher. Por meio dele, o paciente internado para tratamento da Covid-19, é levado até uma sala isolada, onde pode ver e interagir com um familiar, sem riscos de contaminação, uma vez que o processo ocorre através de uma janela de vidro.

O Espaço Acolher representa mais um mecanismo para aproximar o paciente dos seus entes queridos, uma vez que o Hospital Metropolitano já disponibiliza, por meio das equipes de Psicologia e Serviço Social, boletins médicos e sociais diários, através de contatos telefônicos, que informam o estado de saúde do paciente. A unidade hospitalar oferece, também, a Visita Virtual, onde o paciente pode ver e conversar com a família, por meio de uma chamada de vídeo.

“Com a hospitalização, os pacientes perdem o contato direto com a sua família. Além dos sintomas físicos, eles começam a apresentar sintomas emocionais e sentimentais com todas as dúvidas geradas durante o tratamento. Uma realidade que cria ansiedade e nível de humor depressivo e, com essa proposta de acolhimento da família, pretendemos amenizar a distância entre o paciente e seus entes queridos, favorecendo na parte emocional do interno e passando conforto para os familiares”. ressalta Vera Amorim, supervisora do Serviço de Psicologia do Hospital Metropolitano de Maceió.

Para o diretor do Hospital Metropolitano, médico Marcos Ramalho, o Espaço Acolher é uma estratégia para humanizar a assistência, principalmente porque o novo coronavírus, devido ao seu alto potencial de contágio, levou ao impedimento das visitas convencionais e ao contato físico direto. “O tratamento humanizado é um dos nossos pilares, porque é comprovado, cientificamente, que a humanização na assistência hospitalar contribui pra melhora clínica do paciente contribuindo com o tratamento principalmente em uma época de pandemia” destaca.

Primeiro encontro – Maria Socorro Monteiro Silva, 63 anos, foi a primeira paciente do Hospital Metropolitano a receber a visita através do Espaço Acolher. Após cinco dias de internação, ela pode ver o filho Edmílson Monteiro, que emocionado e ansioso, viajou de Murici a Maceió especialmente para vê-la. “No primeiro momento tinha notícias dela por telefone, até que recebi um vídeo e fiquei mais tranquilo. Mas, estava com muita saudade dela. Olhar para ela foi o momento de muita felicidade”, relata.
Hospital Metropolitano de Maceió inaugura o Espaço Acolher

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.