Terça, 27 de Outubro de 2020 05:26
19 9 8882-5790
Polícia Operações

3 operações são deflagradas em municípios do Litoral norte de Alagoas; dentre eles está São Luís do Quitunde

As três operações aconteceram de forma simultânea, organizadas pela SSP-AL e MP-AL

29/09/2020 14h25 Atualizada há 4 semanas
Por: Victor Santana
Foto: SSP-AL
Foto: SSP-AL

Nesta terça-feira (29), três operações foram deflagradas simultaneamente em municípios do Litoral Norte de Alagoas.

As operações são da Secretária de Segurança Pública (SSP-AL) e do Ministério Público Estadual.

Ao todo, foram expedidos 36 mandados de prisão e 47 mandados de busca e apreensão, mas não houve a informação da quantidade de presos e nem os materiais.

Reportagem:

OPERAÇÃO ILHA DE FERRO

Operação foi deflagrada em Barra de Santo Antônio, Litoral Norte do estado, com o objetivo de prender integrantes de duas organizações criminosas envolvidas em tráfico de drogas. 

Foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital no total, 15 mandados de prisão e 23 de busca e apreensão, sendo 9 pessoas presas.

As investigações apontam que além do comércio ilegal de drogas, criminosos utilizam ainda armas de fogo para a pratica de outros crimes no município.

Foram apreendidos ainda um notebook, tablet, drogas e celulares, além de pássaros silvestres.

OPERAÇÃO GOEL 

A operação cumpre 11 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão na qual o alvo é uma organização criminosa que atua no município de São Luís do Quitunde, na região norte, na prática crimes de homicídio, roubo e tráfico de drogas.

A polícia disse a reportagem que ficou constatado que a organização está em conflito com um outro grupo de organização criminosa, o que já trouxe vários homicídios no município.

Os participantes dessa operação em São Luís do Quitunde são os militares da 3ª Companhia, do Batalhão de Radiopatrulha (BPRp), do Batalhão Ambiental (BPA), do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran).

OPERAÇÃO DUPLO ALTO

Nesta operação foram expedidos 10 mandados de prisão e 12 de busca e apreensão contra suspeitos de tráfico de drogas, roubos e até homicídios. A polícia informou que os crimes eram cometidos em Maragogi, Japaratinga e em Maceió.

A investigação apontaram que o chefe da organização, comandava vários delitos de dentro do sistema prisional de Pernambuco, onde atualmente está preso. Até o momento, 11 integrantes foram identificados, sendo nove homens, um menor de idade, e uma mulher que foi presa em julho deste ano tentando transportar 9 kg de maconha de Maragogi para Maceió.

Todos os materiais apreendidos e os presos, são encaminhados para a sede da Deic, no bairro da Santa Amélia, em Maceió, para os devidos procedimentos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.